Você sabe o que é Pix? Saiba mais sobre o novo meio de pagamento

PIX é o futuro das transações bancárias que promete revolucionar o modo que fazemos pagamentos, seja pessoa física ou jurídica. Entenda melhor como ele funciona em nosso texto.
0
45

Recentemente, o Banco Central anunciou um novo meio de pagamento digital que promete revolucionar o jeito que fazemos pagamentos nos dias de hoje: o Pix. Como ainda é tudo muito novo, é normal não saber o que é Pix e como ele irá funcionar, mas foi pensando nisso que preparamos esse texto.

Antes de tudo, é necessário saber que esse novo sistema está sendo testado desde o começo do ano e foi anunciado oficialmente pelo Banco Central que vai entrar em vigor ainda esse ano para uso de pessoas físicas e jurídicas. Continue lendo e entenda mais como será e o que é o Pix.

O que é o Pix?

O que é o pix

A nova forma de pagamento já dá o que falar sobre suas novas tecnologias.

Pensando em fazer uma inovação em como as transferências de TED e DOC são feitas atualmente, o Banco Central desenvolveu um novo sistema brasileiro de transferências monetárias que promete revolucionar e descomplicar a vida da população

Mas, afinal, qual a grande novidade do Pix? Bom, antes de saber o que de tão inovador no sistema de pagamento, é interessante de lembrar como as formas de pagamento que temos hoje funcionam.

Saiba também como funciona o PicPay e quais são suas funções, aqui no Saiba Telecom.

Como irá funcionar o Pix?

Atualmente, as formas que possuímos para fazer transferências e pagamentos, são TED, DOC, boletos e depósitos de dinheiro físico. 

No caso do TED (Transferência Eletrônica Disponível), o valor que foi transferido será creditado para a conta de destino em até 17 horas do mesmo dia da transação, já o DOC (Documento de Ordem de Crédito) caí apenas no outro dia da transferência, podendo levar mais tempo dependendo do horário da transação. Para receber o valor pago de boletos e depósitos podem levar até 3 dias úteis.

O diferencial do Pix é que será uma terceira opção em que o serviço estará disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana e ainda o processamento da transferência poderá levar apenas 10 segundos. É uma forma de pagamento instantâneo, assim como normalmente acontece com transferências entre contas do mesmo banco, só que com qualquer outra instituição.

As transações através do Pix poderão ser feitas:

  • Entre contas de pessoas físicas;
  • Entre contas de pessoas jurídicas;
  • Entre pessoas e empresas;
  • Para instituições governamentais, para pagamento de impostos.

Como fazer um pagamento pelo Pix?

Pix conta com QR Code, Chave Pix além de da forma tradicional de transferência.

Pix conta com QR Code, Chave Pix além de da forma tradicional de transferência.

Aqui vem outra novidade que o Pix traz para os pagamentos digitais: para fazer o pagamento ou transferência não será mais necessário saber a conta ou agência do destinatário, pois essa informação será substituída pela Chave Pix.

A Chave Pix pode ser várias informações que remetem ao destinatário, como um CPF, CNPJ, número de telefone, etc. Além disso, outro meio para a transação é o QR Code, que possui duas modalidades: o QR Code dinâmico e o estático.

Veja as especificações de cada modalidade disponibilizada pelo Banco Central:

O que é o pix e os seus tipos de qr code

Detalhes de cada modalidade do QR Code do Pix.

Quanto será a taxa cobrada?

A taxa para a transferências e pagamentos utilizando a tecnologia do Pix é totalmente gratuita para pessoas físicas, já para as empresas o custo do Pix  é de R$ 0,01 a cada 10 transações. 

Essa é uma das principais vantagens do Pix, além de suas novas tecnologias de pagamento e horário de disponibilidade.

Quando o serviço estará disponível?

De acordo com o anúncio do Banco Central o serviço começará suas atividades no dia 3 de novembro de 2020, mas inicialmente apenas para que as instituições financeiras se adequem ao novo sistemas.

Em 16 de novembro de 2020 ele estará disponível para uso por todos, seja pessoa física ou pessoa jurídica.

Lembrando que possuir a opção do Pix não é obrigatoriedade dos bancos, mas se oferecem aos seus clientes precisam oferecer também todo o ajuste em aplicativos de internet banking para que o novo sistema seja incluído.

A internet pode interferir no novo meio de pagamento?

Assim como qualquer outra ação que depende da internet para funcionar, o Pix também pode sofrer oscilações e erros se você estiver conectado à uma rede de internet com qualidade ruim .

Investir em uma internet de qualidade é investir também na segurança de suas informações e ações. 

Se você ainda não possui um plano de internet para o seu celular ou para sua casa, nós aqui do Saiba Telecom, reunimos todos os planos de celular mais baratos do mercado e os planos mais baratos de internet banda larga também para você garantir já o seu.

 

Deixe um comentário